#athletico

Sexta-feira (20/09) com o Podcast falando dos desafios dos paranaenses no final de semana. Pela Série A, o Athletico, ainda festejando o título da Copa do Brasil, deve ir com o time praticamente reserva para enfrentar o Vasco. Apesar da vaga garantida na Libertadores, Furacão deve buscar a parte de cima da tabela. Na Série B, o Operário-PR já jogou, chegou a entrar no G-4, mas saiu com a sequência da rodada. Fantasma segue colado ali e faz uma grande campanha. O Londrina joga no sábado e pega o líder Bragantino. Tubarão voltou a vencer, busca uma retomada, mas tem pela frente um jogo dificílimo. Se vencer, embala de vez. O Coritiba vem pressionado para encarar o CRB, no Couto. Não dá para pensar em não vencer. Em caso de tropeço, a pressão cresce para o técnico Umberto Louzer. Por fim, o Paraná pega o Guarani, fora de casa, e tenta continuar colado na briga pelo G-4. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 20/09/2019

Quinta-feira (19/09) com o Podcast falando da conquista do Athletico, campeão da Copa do Brasil 2019. Vitória conquistada com grande atuação e vitória por 2 a 1, em pleno Beira-Rio, concretizando a vantagem do primeiro jogo. Para Rogério Tavares, o técnico Tiago Nunes é o craque do Furacão: “Consegue reciclar peças, formação tática, estratégias”. O Athletico levou poucos sustos, segurou o Inter no primeiro tempo e comandou a etapa final, chegando ao segundo gol nos acréscimos. Título conquistado com uma campanha impecável do Rubro-Negro, passando por Fortaleza, Flamengo, em pleno Maracanã, e Grêmio, após derrota por 2 a 0 no primeiro jogo e virada épica na Baixada, com vaga nos pênaltis. Na decisão, o Athletico foi superior nos dois jogos. “Furacão em outro patamar, joga de igual para igual com qualquer time do Brasil”. Agora, o Athletico vai para o Brasileiro mais leve, sem responsabilidade, o que o pode render bons resultados ao Furacão. “Vai estar entre os primeiros, pode escrever”, garante Rogério Tavares. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 19/09/2019

Terça-feira (17/09) com o Podcast falando sobre a decisão da Copa do Brasil, entre Athletico e Internacional. Para Rogério Tavares, uma das decisões mais equilibradas. Treinadores com carreiras e estilos parecidos. “Muito equilíbrio para colocar um favorito”, diz Tavares. O Furacão tem a vantagem pela vitória no jogo de ida, por 1 a 0, mas o Colorado tem a vantagem do apoio no Beira-Rio. Rogério Tavares fala também sobre a declaração dada pelo técnico Tiago Nunes no domingo, dizendo que estava cansado e deixando o futuro em aberto. “Chama a responsabilidade e a atenção para ele e tira dos jogadores”, diz Rogério. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 17/09/2019

Torcedores do Athletico, convidados pelo GloboEsporte.com, participaram de um podcast especial para debater sobre a finalíssima da Copa do Brasil, contra o Internacional. O jogo está marcado para 21h30 desta quarta-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre. O podcast, comandado pelos repórteres Fernando Freire e Nadja Mauad, teve a participação dos atleticanos Fabiano Claro, Flávia Weidman, Juninho Baulhout, Rhaissa Silva, Rodrigo Orlandini e Thays Kloss, além de Gustavo Malucelli e Henrique Cardoso. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 16/09/2019

Sexta-feira (13/09) com o Podcast falando sobre os jogos dos paranaenses no final de semana. O Operário-PR é o primeiro a jogar e pega o Oeste nesta sexta, fora de casa. Fantasma que está beirando o G-4 da Série B, vem trabalhando quieto, sem planos estratosféricos e está fazendo uma bela campanha, ganhando em casa e tentando beliscar pontos fora. “Dá para pontuar e até ganhar, quem sabe terminar a rodada no G-4”, diz Rogério Tavares. O Paraná encara o Cuiabá na noite de sábado e tenta voltar a ganhar em casa. Tricolor vem de bons resultados e voltou a rondar o G-4. Na manhã de sábado, Londrina e Coritiba vão fazer o duelo de paranaenses. Empate é ruim para os dois. Coritiba precisa reagir, time parou depois de brigar pela liderança. O Londrina vive um momento ruim, perdeu várias peças, começou bem, os destaques foram embora, e o time caiu na tabela. Dagoberto decidiu, “de forma estranha”, encerrar uma carreira vitoriosa, com cinco títulos do Brasileiro. Por fim, o Athletico, com time reserva, pega o Avaí no domingo de manhã. Furacão demonstrou que o time reserva vai bem. O foco está na final da Copa do Brasil. Rodada do Brasileiro que também tem duelo entre líderes, com Flamengo e Santos, e o Palmeiras pega o Cruzeiro de olho na parte de cima. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 13/09/2019

Quinta-feira (12/09) com o Podcast falando da vitória do Athletico sobre o Internacional, por 1 a 0, na primeira partida da final da Copa do Brasil. Rogério Tavares destaca que o Furacão precisa conter qualquer euforia, mas considera uma importante vantagem para o jogo de volta. “Em um jogo tão equilibrado, conquistar uma vitória é para se comemorar”, diz. O nome do jogo foi Bruno Guimarães, que chamou a responsabilidade e marcou o gol do Athletico. Sobre o jogo de volta, Rogério Tavares lembra que os dois times são parecidos em campo e vão precisar de um “nível de excelência” para garantir a taça. De um lado, um Furacão “equilibrado e que tem tudo para ser campeão. Do outro, um Inter  de “uma camisa gigante” e com a pressão do Beira-Rio. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 12/09/2019

Terça-feira (10/09) com o Podcast falando exclusivamente do Athletico e a preparação para a final da Copa do Brasil. Para Rogério Tavares, o Athletico atingiu um patamar diferente entre os clubes brasileiros: “Inegável que o Athletico está entre os grandes do país”. Ele lembra que o Furacão vem crescendo desde o título do Brasileiro, em 2001, brigou várias vezes no topo, foi para Libertadores em algumas oportunidades. Teve o rebaixamento, em 2011, mas logo conseguiu voltar à Série A e conquistou outros feitos importantes. “O Athletico subiu um ou mais degraus na hierarquia do futebol brasileiro”, reforça Tavares. Nesta temporada, o Furacão teve poucos momentos de baixa, mostrou evolução. Na Copa do Brasil, eliminou Flamengo e Grêmio, dois dos mais badalados no Brasil. Pela frente, um Inter que também vem crescendo. Final que vai marcar o encontro entre Tiago Nunes e Odair Helmann, “duas gratas surpresas desse hall de treinadores no Brasil”. Expectativa de Arena lotada, torcedor empolgado. O Athletico não chega como favorito, mas com igualdade de condições. “Dois times grandes em campo, um deles é o Athletico”, completa Rogério Tavares.  Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 10/09/2019

Segunda-feira (09/09) com o Podcast contando com o retorno de Rogério Tavares das férias. Ele chega falando do Athletico, finalista da Copa do Brasil. “Furacão vive mais um momento histórico e pode subir ainda mais de patamar”, diz. Do outro lado, o Rubro-Negro terá o Internacional, que passou por Palmeiras e Cruzeiro para chegar à decisão. Antes da Copa do Brasil, o Athletico empatou com o Santos, por 1 a 1, pelo Brasileiro, utilizando um time reserva e com polêmica do VAR. “Absurdo o pênalti dado”, opina Rogério. Além do Furacão, o Podcast fala também sobre a derrota “inquestionável” do Coritiba para o Atlético-GO, na Série B. Por outro lado, o Operário-PR segue embalado, mas com os pés no chão, sem se preocupar com G-4. O Londrina tenta reagir após cinco derrotas seguidas. “Tubarão foca em fugir lá de baixo”, alerta Tavares. Para fechar, o Paraná se recuperou, vem de vitória e está brigando pelo G-4. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 09/09/2019

Sexta-feira (05/09) com o Podcast falando do Athletico, que está focado na final da Copa do Brasil e tem pela frente o Santos, no domingo, pelo Brasileiro. Furacão que deve poupar jogadores diante do Peixe, até pensando na primeira partida da decisão contra o Internacional. Para Janaína Castilho, o “Athletico tem condições de vencer e ir pro Beira-Rio com tranquilidade”. Além disso, o Podcast fala dos times paranaenses na Série B. O Operário-PR pega o Cuiabá, no sábado, e tenta manter o bom momento para colar ainda mais no G-4. Jogo que promete ser quente, pela rivalidade criada na final da Série C, no ano passado. O Coritiba joga no domingo, contra o Atlético-GO, em confronto direto dentro do grupo de acesso. O Londrina ganha uma folga na tabela para se reestruturar depois de oito jogos sem vencer. O gestor do Tubarão, Sergio Malucelli, tirou a responsabilidade do técnico Claudio Tencati, que ainda não venceu no comando do time. Próximo jogo será no outro sábado, dia 14, contra o Coritiba, no Estádio do Café. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 06/09/2019

Quinta-feira (05/09) com o Podcast falando especialmente da classificação do Athletico para a final da Copa do Brasil, com vitória sobre o Grêmio, nos pênaltis, na Arena da Baixada. Janaína Castilho recebe a repórter Nadja Mauad, e as duas destacam os principais pontos da virada do Furacão. “Noite épica e histórica”, destaca Nadja. O fator casa, mais uma vez, foi determinante. Em campo, Nikão marcou o primeiro gol, Marco Ruben, que era dúvida, quebrou o jejum e fez o segundo. Nos pênaltis, o goleiro Santos, “muito frio”, garantiu o Athletico. Frutos do trabalho realizado pelo técnico Tiago Nunes. “Está no cenário do futebol nacional, momento mais especial pra ele”, pontua Janaína. O Athletico tem o Santos, pelo Brasileiro, no domingo, mas o foco está na decisão da Copa do Brasil, contra o Internacional. Um jogo complicado, na avaliação de Janaína e Nadja. O Podcast fala também do Paraná Clube, que entra em campo contra o CRB, precisando recuperar os pontos perdidos em casa. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 05/09/2019