#seriea

Podcast desta quinta-feira chega falando da Série A e B, a reta final dos campeonatos, além da Libertadores com a semifinal de Grêmio e Flamengo. Primeiro o Brasileirão e a avaliação: será que tem alguém que pode diminuir a diferença para o líder? Rogério Tavares faz a avaliação e também do jogo de Fluminense x Athletico, que marca o 100º jogo de Tiago Nunes como técnico do Furacão. No meio disso, as especulações iniciais sobre a sua saída. Será? Na Série B tem o Coritiba e Paraná na briga pelo acesso, o Operário-PR mostrando reação e tranquilidade e o Londrina na beira do abismo. Quer saber mais? Ouça o Podcast do Spotify e do Google Podcast

Publicado em 17/10/2019

No Podcast do GloboEsporte.com/PR desta terça-feira (01/10), o apresentador Rogério Tavares destaca o tamanho do clássico Paratiba, que tem tudo para definir o rumo das equipes na Série B. Apesar de cedo, ele acredita que o vencedor se credencia ao acesso e o perdedor se complica muito. Rogério Tavares também fala sobre a queda livre e o desmanche do Londrina, a ascensão do “trabalhador” Operário-PR de Gerson Gusmão e a volta do General no Athletico. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 01/10/2019

Sexta-feira (27/09) com o Podcast falando da “tempestade” que caiu no futebol brasileiro na noite de quinta-feira. Rodada do Brasileirão com goleadas e mais goleadas: Palmeiras, Grêmio e Athletico, este sobre o Fortaleza. E demissões. Cuca saiu do São Paulo, e Fernando Diniz assumiu o comando. “Um caso a ser estudado”, avalia Rogério Tavares sobre o nome treinador do Tricolor paulista. No Cruzeiro, Rogério Ceni foi demitido e deve retornar para o Fortaleza, que demitiu Zé Ricardo após a goleada sofrida para o Furacão. E tem ainda a saída tumultuada de Oswaldo de Oliveira, que foi despedido do Fluminense um dia após ser ofendido e bater boca com Paulo Henrique Ganso. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 27/09/2019

Quinta-feira (26/09) com o Podcast falando sobre a crise que ronda os paranaenses na Série B, com exceção do Operário-PR. Londrina, Paraná e Coritiba iniciaram no G-4. Veio a copa América, as coisas mudaram. Na volta, o Fantasma reagiu, subiu na tabela e hoje é o paranaense mais bem colocado. Buscou empate nos acréscimos contra o Botafogo-SP e segue na parte de cima. Os outros só caíram. O Londrina mexeu muito no elenco, perdeu qualidade. Sinal de alerta, vencer ou vencer. Não dá para pensar em outro resultado contra o Vila Nova. O Paraná não consegue mais ganhar em casa. Ganhava de 1 a 0 da Ponte Preta, levou contra-ataque e tomou gol em chute de fora da área. O Coritiba também vive uma crise, demitiu Umberto Louzer. “Gosto do Jorginho, foi um baita lateral e tem qualidades como técnico. Pode dar liga”, diz Rogério Tavares. O Coritiba também precisa urgentemente vencer, espantar a crise e colar no G-4. Na Série A, o Athletico joga contra o Fortaleza. Torcedor está em outra dimensão. “Vai fazer uma bela campanha no Brasileiro, pode escrever”, afirma Rogério. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 26/09/2019

Segunda-feira (23/09), e o Podcast abre a semana falando do Coritiba, que está perto de anunciar Jorginho como novo treinador. O Alviverde perdeu para o CRB no último sábado, não jogou bem, e sobrou para Umberto Louzer, demitido no vestiário. Último trabalho de Jorginho foi na Ponte Preta. “Problema de treinador ou de elenco?”, questiona Rogério Tavares, que vê o time melhor do que o do ano passado e mostra confiança em Jorginho. O melhor paranaense na Série B é o Operário-PR, sexto colocado e dono da melhor campanha como mandante. O Londrina vem de mais uma derrota e segue com dificuldades após desmontar o time em termos de qualidade. Precisa reagir para não entrar na zona de rebaixamento. Paraná derrapou, jogou mal contra o Guarani. Está em nono, não longe do G-4, mas “um futebol longe de quem quer subir”. O Athletico jogou fora sob efeitos do título. Saiu ganhando do Vasco, sofreu empate em pênalti mal marcado. “Impressionante um pênalti assim ser dado com VAR”, reclama Rogério Tavares. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 23/09/2019

Sexta-feira (20/09) com o Podcast falando dos desafios dos paranaenses no final de semana. Pela Série A, o Athletico, ainda festejando o título da Copa do Brasil, deve ir com o time praticamente reserva para enfrentar o Vasco. Apesar da vaga garantida na Libertadores, Furacão deve buscar a parte de cima da tabela. Na Série B, o Operário-PR já jogou, chegou a entrar no G-4, mas saiu com a sequência da rodada. Fantasma segue colado ali e faz uma grande campanha. O Londrina joga no sábado e pega o líder Bragantino. Tubarão voltou a vencer, busca uma retomada, mas tem pela frente um jogo dificílimo. Se vencer, embala de vez. O Coritiba vem pressionado para encarar o CRB, no Couto. Não dá para pensar em não vencer. Em caso de tropeço, a pressão cresce para o técnico Umberto Louzer. Por fim, o Paraná pega o Guarani, fora de casa, e tenta continuar colado na briga pelo G-4. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 20/09/2019

Sexta-feira (13/09) com o Podcast falando sobre os jogos dos paranaenses no final de semana. O Operário-PR é o primeiro a jogar e pega o Oeste nesta sexta, fora de casa. Fantasma que está beirando o G-4 da Série B, vem trabalhando quieto, sem planos estratosféricos e está fazendo uma bela campanha, ganhando em casa e tentando beliscar pontos fora. “Dá para pontuar e até ganhar, quem sabe terminar a rodada no G-4”, diz Rogério Tavares. O Paraná encara o Cuiabá na noite de sábado e tenta voltar a ganhar em casa. Tricolor vem de bons resultados e voltou a rondar o G-4. Na manhã de sábado, Londrina e Coritiba vão fazer o duelo de paranaenses. Empate é ruim para os dois. Coritiba precisa reagir, time parou depois de brigar pela liderança. O Londrina vive um momento ruim, perdeu várias peças, começou bem, os destaques foram embora, e o time caiu na tabela. Dagoberto decidiu, “de forma estranha”, encerrar uma carreira vitoriosa, com cinco títulos do Brasileiro. Por fim, o Athletico, com time reserva, pega o Avaí no domingo de manhã. Furacão demonstrou que o time reserva vai bem. O foco está na final da Copa do Brasil. Rodada do Brasileiro que também tem duelo entre líderes, com Flamengo e Santos, e o Palmeiras pega o Cruzeiro de olho na parte de cima. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 13/09/2019

Segunda-feira (09/09) com o Podcast contando com o retorno de Rogério Tavares das férias. Ele chega falando do Athletico, finalista da Copa do Brasil. “Furacão vive mais um momento histórico e pode subir ainda mais de patamar”, diz. Do outro lado, o Rubro-Negro terá o Internacional, que passou por Palmeiras e Cruzeiro para chegar à decisão. Antes da Copa do Brasil, o Athletico empatou com o Santos, por 1 a 1, pelo Brasileiro, utilizando um time reserva e com polêmica do VAR. “Absurdo o pênalti dado”, opina Rogério. Além do Furacão, o Podcast fala também sobre a derrota “inquestionável” do Coritiba para o Atlético-GO, na Série B. Por outro lado, o Operário-PR segue embalado, mas com os pés no chão, sem se preocupar com G-4. O Londrina tenta reagir após cinco derrotas seguidas. “Tubarão foca em fugir lá de baixo”, alerta Tavares. Para fechar, o Paraná se recuperou, vem de vitória e está brigando pelo G-4. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 09/09/2019

Sexta-feira (05/09) com o Podcast falando do Athletico, que está focado na final da Copa do Brasil e tem pela frente o Santos, no domingo, pelo Brasileiro. Furacão que deve poupar jogadores diante do Peixe, até pensando na primeira partida da decisão contra o Internacional. Para Janaína Castilho, o “Athletico tem condições de vencer e ir pro Beira-Rio com tranquilidade”. Além disso, o Podcast fala dos times paranaenses na Série B. O Operário-PR pega o Cuiabá, no sábado, e tenta manter o bom momento para colar ainda mais no G-4. Jogo que promete ser quente, pela rivalidade criada na final da Série C, no ano passado. O Coritiba joga no domingo, contra o Atlético-GO, em confronto direto dentro do grupo de acesso. O Londrina ganha uma folga na tabela para se reestruturar depois de oito jogos sem vencer. O gestor do Tubarão, Sergio Malucelli, tirou a responsabilidade do técnico Claudio Tencati, que ainda não venceu no comando do time. Próximo jogo será no outro sábado, dia 14, contra o Coritiba, no Estádio do Café. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 06/09/2019

Quinta-feira (05/09) com o Podcast falando especialmente da classificação do Athletico para a final da Copa do Brasil, com vitória sobre o Grêmio, nos pênaltis, na Arena da Baixada. Janaína Castilho recebe a repórter Nadja Mauad, e as duas destacam os principais pontos da virada do Furacão. “Noite épica e histórica”, destaca Nadja. O fator casa, mais uma vez, foi determinante. Em campo, Nikão marcou o primeiro gol, Marco Ruben, que era dúvida, quebrou o jejum e fez o segundo. Nos pênaltis, o goleiro Santos, “muito frio”, garantiu o Athletico. Frutos do trabalho realizado pelo técnico Tiago Nunes. “Está no cenário do futebol nacional, momento mais especial pra ele”, pontua Janaína. O Athletico tem o Santos, pelo Brasileiro, no domingo, mas o foco está na decisão da Copa do Brasil, contra o Internacional. Um jogo complicado, na avaliação de Janaína e Nadja. O Podcast fala também do Paraná Clube, que entra em campo contra o CRB, precisando recuperar os pontos perdidos em casa. Ouça tudo do Podcast também pelo Spotify e pelo Google Podcast.

Publicado em 05/09/2019